Do Portal A Tarde
650x375_dilma-aecio-campos-datafolha_1438974

PT e PSDB especulam que possível candidatura de Marina Silva confirmaria segundo turno | Montagem/Ag. A TARDE

Apesar da candidata à vice-presidente na chapa que era encabeçada por Eduardo Campos (PSB), Marina Silva, dizer que não é momento de falar em política, de acordo com a coluna Painel da Folha de S. Paulo, o PT e PSDB já se preparam para os desdobramentos da morte do ex-governandor de Pernambuco na eleição presidencial. A expectativa é Marina Silva assuma o lugar de Campos na corrida eleitoral.

Se isso se confirmar, o PT acredita que a “comoção” pela morte de Eduardo Campos deve favorecer a candidatura de Marina. Além disso, os petistas acreditam que a mudança de cenário praticamente confirma um segundo turno. Para diminuir o impacto, o PT deve tentar acordo com as regionais do PSB que não são aliados de Marina.

A aproximação deve ser mais fácil nos estados de Pernambuco, Amapá, Rio Grande do Norte e Espírito Santo, onde os pessebistas são mais alinhados com os petistas. O PSDB também deve tentar atrair aliados no PSB. Os tucanos devem se focar em apoios de partidos como o PPS, que, por falta de identificação com Marina, podem migrar para a campanha do PSDB. Eles também tem ligação com o PSB de São Paulo.