Share Button
Ação cumpre mandados em Salvador, Simões Filho e Conceição do Jacuípe | Foto: Divulgação/SSP-BA

Ação cumpre mandados em Salvador, Simões Filho e Conceição do Jacuípe | Foto: Divulgação/SSP-BA

O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) deflagrou, nas primeiras horas desta terça-feira (17), uma megaoperação contra uma facção que atua na Bahia, com ramificação no Maranhão. Cerca de 450 policiais civis, militares, técnicos e rodoviários federais ocupam áreas nos dois estados. Os agentes cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão nos bairros de Pirajá e Parque São Bartolomeu, em Salvador, e nas cidades de Simões Filho, na região metropolitana, e Conceição do Jacuípe, no interior da Bahia.

Ação cumpre mandados em Salvador, Simões Filho e Conceição do Jacuípe | Foto: Divulgação/SSP-BA

Ação cumpre mandados em Salvador, Simões Filho e Conceição do Jacuípe | Foto: Divulgação/SSP-BA

De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), as equipes cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra a organização criminosa envolvida com tráfico de drogas, roubos a bancos (entre os ataques está a subtração de R$ 100 milhões em Bacabal, no Maranhão, em novembro de 2018), homicídios, corrupção de menores, entre outras atividades ilícitas. Na época do roubo no Maranhão, a investigação apontou que a quadrilha responsável pelo assalto era liderada pelo baiano José Francisco Lumes, mais conhecido como ‘Zé de Lessa’, um dos mais procurados assaltantes de bancos do país. “Ás de Ouro” do “Baralho do Crime” da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, Zé de Lessa morreu durante um confronto com a polícia, no Mato Grosso do Sul, no dia 4 de dezembro de 2019.

Notícias de Santaluz