11171855_494086154076791_1487353029_o

Colégio Estadual Santa Bernadete (CESB) | Foto: Cidicleiton Souza (Zé Bim)/Notícias de Santaluz

Funcionários terceirizados das empresas C&C, SANDES, PST e SGE, que prestam serviços ao Governo do Estado, interromperam suas atividades, por tempo indeterminado, nesta quinta-feira (23), no Colégio Estadual Santa Bernadete (CESB) e no Colégio Estadual Santo Antônio das Queimadas (CESAQ), na cidade de Queimadas. Cerca de 30 funcionários, entre eles, auxiliares de serviços gerais, merendeiras e porteiros reclamam que estão até sete meses sem receber seus salários, e decidiram não retornar ao trabalho até que se resolva a situação.

10689443_815593708517551_1578978223560124777_n

Funcionários de terceirizadas do Governo do Estado protestam com cartaz em frente a colégio | Foto: Cidicleiton Souza (Zé Bim)/Notícias de Santaluz

Em entrevista ao repórter Zé Bim, do Notícias de Santaluz, o porteiro Ednaldo dos Santos afirmou que a situação é complicada e se tornou insustentável. “Já são sete meses sem receber salários. Somos pais de família e temos os nossos compromissos. Esperamos que a situação possa ser resolvida o mais rápido possível, pois, a ausência desses profissionais nas unidades de ensino compromete o funcionamento das escolas, prejudicando, inclusive, os alunos”, desabafou. Por ora, as aulas estão suspensas no Colégio Estadual Santa Bernadete (CESB) e no Colégio Estadual Santo Antônio das Queimadas (CESAQ).

Redação Notícias de Santaluz