Acusado de matar a ex-sogra com um tiro de espingarda, no povoado de Barreiros, em Riachão do Jacuípe, a 55 quilômetros de Serrinha. Elielson Conceição, conhecido como “Fuminho”, foi apresentado na delegacia da região dizendo que estava arrependido e não queria cometer o crime.

“Eu estou arrependido e não queria matar ela, mas ela veio pra cima e ai a atirei”, declarou.

O crime aconteceu na noite de sábado, 31, por volta das 19h30. De acordo com a polícia, Iraildes Santos da Silva foi atingida por um tiro de espingarda deflagrado por Elielson.

O homicídio foi motivado pela cobrança do dinheiro referente a quatro meses de atraso da pensão alimentícia do neto da vítima. Iraildes estava sentada na calçada da casa onde morava quando foi atacada pelo ex-genro horas depois de uma discussão por causa das dívidas. A mulher foi levada para a emergência do Hospital Municipal, mas não resistiu e morreu. (Cleriston Silva)