O corpo foi encontrado debruçado e com tiros a queima-roupa, o que levanta a suspeita de que Jânio tenha sido executado Foto: CN

O representante comercial de uma linha de cosméticos identificado por Jânio do Amorim Barbosa,de 38 anos, residente no Bairro Clériston Andrade em Riachão do Jacuípe foi encontrado morto na manhã deste sábado (16), com vários tiros na cabeça e nuca, na estrada da Odebrecht, a cerca de 500 metros do Parque de Exposições e 1 km da Barragem Grande. Jânio havia sido sequestrado na noite de sexta-feira desta sexta-feira (15), quando surgiu entre 8 e 10 homens em sua residência e o obrigaram a entrar no próprio carro, um Gol, placa MWO-0869, licença de Palmas-TO e tomaram rumo ignorado. Por volta das 6h deste sábado, populares informaram a Polícia sobre a existência de um carro abandonado e em frente ao veículo um corpo. Segundo familiares do comerciante, Jânio era bem relacionado em Riachão e Região e não vinha sofrendo nenhuma ameaça. O corpo de Jânio foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana. De acordo com o Calila Notícias, este foi o segundo corpo encontrado em Riachão do Jacuípe em menos de uma semana, o primeiro foi no Distrito de Barreiros. Com informações de Raimundo Mascarenhas.