nova_sinergia_

Fim de greve foi decidido na sede do Sinergia
Foto: Ruan Melo/G1

Em assembleia realizada no início da tarde desta quarta-feira (28), os rodoviários decidiram pelo encerramento da greve da categoria, em Salvador, após acordo mediado pela Prefeitura Municipal, segundo o vice-presidente do Sindicato do Rodoviários, Fábio Primo. Procurado pelo G1, o superintendente do sindicato patronal (Setps), Horácio Brasil, afirmou que os empresários não têm conhecimento do acordo. “Jorge Castro (diretor de Relações Sindicais) não está sabendo. Falei com ele tem cinco minutos. Não tem comunicado oficial e ele estranhou os números. Hoje em dia tudo pode acontece. A rigor, normalmente, a prefeitura deixa por conta patrão-empregado. A prefeitura entra para intermediar, não para determinar”, disse Horário Brasil por volta das 14h. 

coo20140528007

Policiais militares realizam a escolta de ônibus pelas ruas de Salvador | Foto: Edson Ruiz/COOFIAV/Estadão Conteúdo

Parados há três dias, conforme Fábio Primo, os trabalhadores aceitaram o reajuste de 9% no salário, o aumento de R$12,23 para R$14 no ticket alimentação e a redução da jornada de trabalho de 7 horas para 6h40 com um intervalo de 20 minutos. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, reforçou que os ônibus voltam a circular ainda na tarde desta quarta. Ainda segundo o sindicalista, a categoria definiu a formação de uma comissão permanente de negociação para tratar da implantação  de um plano de Participação de Lucros e Resultados (PLR) e também do desconto incidido para os trabalhadores referente ao ticktet alimentação. A Prefeitura de Salvador, por meio da assessoria, disse que houve uma reunião com a presença de ACM Neto, representantes de rodoviários e donos de empresas, onde foram definidos os itens aceitos em assembleia. Ainda de acordo com a Prefeitura, a reunião foi realizada noite de terça-feira (28) e encerrada por volta das 22h. Informações do G1.