Vizinhos da vítima ajudaram a cobrir corpo com um lençol
Reprodução/ Rede Record

Uma mulher, de 56 anos, morreu após atear fogo no próprio corpo em Tacaranha, no subúrbio ferroviário de Salvador, na Bahia. O motivo do suicídio foi um telefonema que ela recebeu dizendo que filho único dela havia sido assassinado. A dona de casa perdeu o controle e se matou. O marido da vítima ficou em choque ao receber a notícia quando voltava do trabalho.

Segundo moradores do bairro, a mulher teria recebido a ligação com a informação falsa por volta das 6h. O filho da vítima também ficou em choque. Ele estava no trabalho no momento em que a mãe recebeu o telefonema. (R7)

Assista ao vídeo: