13782124_696745560474569_4698073999592312032_n

Foto: Divulgação

Propriedades Rurais da Agricultura Familiar foi o tema do seminário realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santaluz (STR/Santaluz), na manhã desta segunda-feira (25), no auditório Lindaura Carneiro de Araújo. O evento teve como objetivo debater assuntos relacionados à propriedade e posse de terras da agricultura familiar, além de apresentação das diretrizes para a execução do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR). Durante o evento, 13 famílias de agricultores passaram a serem proprietários das terras onde vivem e produzem, com a entrega de títulos de posse de terra.

13631496_696745833807875_6179554880544210746_n

Foto: Divulgação

De acordo com o presidente do STR/Santaluz, José Hamilton, a emissão de títulos de terra é de responsabilidade da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), e faz parte do processo de regularização fundiária promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) em todo o estado. “Com os títulos em mãos, os agricultores agora podem acessar políticas públicas e as linhas de crédito disponíveis nas instituições financeiras, criando condições de implementar tecnologias adequadas para aumentar a produtividade, renda e melhoria das condições de vida dessas famílias. Além disso, ainda tem o Cadastro Ambiental, que contemplará mais de 1.250 agricultores”, afirma.

O seminário contou ainda com a participação de representantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), Movimento de Organização Comunitária (MOC), Associação de Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira (Apaeb), Associação do Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais e Agricultoras Familiares (Ammtrafas), Ascoob Itapicuru, Cooperativa de Beneficiamento e Comercialização (Coobencol), Centro de Apoio aos Interesses Comunitários do Município de Santaluz (Ceaic) e Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Santaluz, entre outras entidades parceiras.

Redação Notícias de Santaluz