A participação dos bancários da base do Sindicato da Bahia na paralisação nacional desta quinta-feira (11) foi amplamente debatida em assembleia, realizada nesta quarta-feira (10), no Ginásio de Esporte, Aflitos.

Durante as discussões ficou definido o fechamento de todas as agências. A categoria também se concentrou às 11h, no Campo Grande, para participar da passeata rumo à Praça Municipal.

Em Santaluz as agências bancárias funcionaram normalmente nesta quinta-feira.

O presidente do Sindicato, Euclides Fagundes orientou a categoria a se engajar ainda mais na luta popular e levantar as bandeiras defendidas pelos trabalhadores.

“A luta diz respeito a toda população. Por isso, é dos bancários também. Além da categoria, petroquímicos, comerciários, professores e rodoviários e muitos outros participam”, explica Euclides.

O secretário-geral da Federação da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto, também chamou atenção para a importância das bandeiras. Fim do fator previdenciário, mais investimento em saúde, educação e transporte são apenas algumas das questões apoiadas pelos bancários.

Com informações do Sindicato dos Bancários da Bahia