TIMBRE APLB

O Dia Nacional de Lutas que está sendo preparado pelas centrais sindicais para acontecer nesta quinta-feira (11), começa a ganhar corpo com a confirmação de que várias categorias devem aderir ao protesto, com greves e manifestações. As Centrais Sindicais estão convocando os trabalhadores e a população em geral para sair às ruas e promover greves, grandes manifestações de protesto e passeatas, durante todo o dia.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE realizará um ato público em frente à sede do MEC, na Esplanada dos Ministérios, às 10h, para cobrar o cumprimento das principais pautas da educação.

slideshow_faixas_manifestacao_mecEntre as principais pautas reivindicadas no dia do ato estão plano de saúde, auxílio alimentação e vale transporte para a rede estadual. Para a rede municipal, questões como a atualização do auxílio alimentação ao valor da cesta básica, diminuição do número de alunos por sala, entre outras, serão tratadas. A antecipação do reajuste salarial de 10%, que foi parcelado em junho e dezembro deste ano, está sendo reivindicado pelos dois eixos. Contudo, de acordo com os organizadores, este é o momento certo para conquistar os avanços necessários para que se tenha, realmente, um Brasil mais justo e igualitário, com valorização da classe trabalhadora e com melhor distribuição de renda.

Profissionais da Educação de Santaluz também vão aderir à greve

Em Santaluz, a APLB/SINDICATO realizará um encontro que acontecerá no Auditório do Colégio Estadual Coronel José Leitão, às 9h, desta quinta-feira (11), na ocasião os Profissionais de Educação estarão tomando algumas decisões sobre o Plano de Carreira, Informações sobre o FUNDEB, e processos, dentre outros assuntos do interesse da categoria.

Redação Notícias de Santaluz – Com informações da APLB/SINDICATO