Share Button
anvisa-aprova-vacina-contra-a-dengue_14052015005-850x607

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Dezesseis cidades da região sisaleira da Bahia estão em situação de alerta ou risco de surto de dengue, chikungunya e zika, segundo o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), divulgado pelo Ministério da Saúde. A pesquisa considerou cidades com mais de dois mil imóveis, e foi realizada, a partir da adesão voluntária de municípios, nos meses de outubro e novembro. 

Santaluz está entre 10 cidades que estão em situação de risco por causa de surtos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, seguida por Queimadas, Serrinha, Ichu, Itiúba, Lamarão, Candeal, São Domingos, Valente e Retirolândia. Outros seis municípios do território do sisal aparecem em alerta, são eles: Tucano, Monte Santo, Quijingue, Teofilândia, Araci e Conceição do Coité. Já Biritinga, Nordestina e Barrocas apresentam níveis satisfatórios das doenças. O Ministério da Saúde não recebeu informação sobre Cansanção.

De acordo com o Ministério da Saúde, dos 3.704 municípios brasileiros que estavam aptos a participar, 62,6% (2.284) participaram da edição deste ano – um aumento de 27,3% em relação ao número de municípios participantes em 2015. Os dados foram apresentados pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, que também divulgou a nova campanha deste ano para combate ao mosquito transmissor, que chama atenção para as consequências das doenças, além da importância de eliminar os focos do Aedes aegypti.

Redação Notícias de Santaluz