IMG-20150806-WA0074

IMG-20150806-WA0070

A 5ª Companhia PM do 16º Batalhão da Polícia Militar, sediada em Santaluz, recebeu na tarde desta quinta-feira (6), a visita de alunos da Escola Municipal Pedro do Vale Irmão. A ação faz parte do Projeto Quartel de Portal Abertas. Ao todo, 25 crianças foram recebidas pelo comandante da Unidade Policial, capitão Gilvan Pereira. Durante a visita, os estudantes conheceram a rotina interna básica de um quartel, assistiram a apresentação de palestra educativa e demonstração das viaturas e equipamentos utilizados na atividade policial. “Admiração, alegria, desconfiança, confiança, timidez, curiosidade, prazer… os sentimentos se misturaram e marcaram positivamente esse primeiro encontro”, afirmou o capitão.

IMG-20150806-WA0048

IMG-20150806-WA0052

A visitação às instalações do quartel é previamente agendada e supervisionada, respeitando todas as normas de segurança do local e regimento interno. De acordo com a PM, as visitas serão realizadas uma vez por semana, por grupos de até vinte cinco alunos, das escolas do ensino público e privado, sempre acompanhados dos professores responsáveis e supervisionados por policiais militares, e terão duração máxima de duas horas.

IMG-20150806-WA0080

IMG-20150806-WA0050

Segundo o oficial, o projeto visa promover a participação mais efetiva da comunidade na atuação policial militar. “A visão que parte da sociedade lança sobre as ações da Polícia Militar demonstra a fragilidade e a falta de confiabilidade na eficiência e eficácia desse órgão encarregado constitucionalmente de realizar ações ostensivas e da preservação da ordem pública. Diante dessa constatação o Projeto Quartel de Portas Abertas, tem o objetivo de aproximação e integração com a comunidade, buscando minimizar e/ou acabar com essa distância, mostrando à população que ela tem uma polícia que trabalha próxima da comunidade e na qual ela possa crer e confiar”, disse o comandante, e assim concluiu: “Buscamos estabelecer relações colaborativas com a comunidade local, instituições, escolas e comunidade em geral, a fim de que a partir desta integração haja uma corrente do bem em prol de uma cidade mais segura, justa e fraterna”. (Redação Notícias de Santaluz)

IMG-20150806-WA0047