26/07/2016 20h02 – Atualizado em 26/07/2016 20h53
DSC_0458

Julgamento aconteceu nesta terça-feira (26), em Santaluz | Foto: Notícias de Santaluz

O motorista Aloísio Carneiro de Oliveira, conhecido como ‘Gago’, foi absolvido da acusação do homicídio do subdelegado Germano dos Santos Bispo. O julgamento, realizado no Salão do Júri do Fórum Desembargador José Maciel dos Santos, em Santaluz, terminou na noite desta terça-feira (26) após mais de 12 horas de duração. O crime ocorreu há quase 21 anos, no dia 19 de novembro de 1995. Germano, que na época era subdelegado de Polícia Civil no distrito de Pereira, foi morto com quatro tiros no bairro Jorge Vilas Boas, em Santaluz. Durante o julgamento, pelo menos sete testemunhas prestaram depoimento na parte da manhã. Durante a tarde, o advogado criminalista Mauro Geosvaldo, que defendeu o acusado, e a promotoria fizeram as considerações. O resultado saiu já no fim do dia. Em votação secreta, os jurados acataram, por 4 votos contra 1, a alegação da defesa de que não há provas suficientes de que o acusado participou do crime. Com a decisão, Aloísio foi liberado pela Justiça. A promotora de Justiça Letícia Baird informou que o Ministério Público do Estado da Bahia vai recorrer da decisão. Em conversa com o Notícias de Santaluz depois do julgamento, Aloísio, que chegou a passar cerca de dois meses preso na época do crime, falou da sensação de alívio após a absolvição. “Mais de vinte anos com esse peso nas costas sem dever nada. Graças a Deus a verdade foi mostrada aqui hoje perante a sociedade. Me sinto aliviado”, disse emocionado

Redação Notícias de Santaluz