Share Button
img_6102

Boato sobre envolvimento de Manoel na morte de professores circula na internet / Foto: Arquivo Pessoal

A vida do jovem Manoel de Matos Oliveira, de 22 anos, mudou nos últimos dias, desde que uma foto sua ao lado da sua cunhada Gleice da Costa Anjos, que confessou ter participado da morte de dois professores em Santaluz viralizou nas redes sociais, começando a circular um boato de que ele também teria envolvimento no crime. Gabriel Oliveira, que é irmão de Manoel, disse que ficou sabendo que a foto estava circulando pelo whatsapp após ouvir sussurros de pessoas nas ruas, mas que não imaginava a dimensão do ‘problema’. “Ouvi várias pessoas sussurrando sobre o envolvimento do meu irmão no crime, mas não dei muita importância no início. Até que percebi o tamanho da repercussão do boato e achei que seria melhor tomar uma atitude para esclarecer o caso”, disse Gabriel, que publicou uma mensagem nas redes sociais pedindo que as pessoas não repassem a foto com o boato.

img_6103

Foto de jovem ao lado de mulher que confessou ter participado do crime circula na internet / Foto: Reprodução

“Meu irmão é somente cunhado de Gleice, e não tem nenhum envolvimento na morte dos professores Jeovan e Nino. Em nenhum momento, inclusive, foi levantada qualquer suspeita por parte da polícia contra ele”, explicou. “Não sabemos quem inventou esse boato, mas pedimos para que as pessoas não continuem compartilhando essa calúnia, pois estamos preocupados com a integridade física dele”, concluiu. Interlocutores da polícia ouvidos pela reportagem alertam que os usuários da internet devem sempre verificar a veracidade dos conteúdos postados nas redes sociais, levando em conta, por exemplo, a credibilidade da fonte autora da publicação.

Redação Notícias de Santaluz