DSC04788

Na manhã desta sexta-feira (28), moradores do Bairro J. J. Seabra, iniciaram a ocupação de um terreno situado próximo à linha férrea. De acordo com informações colhidas pela nossa redação, as terras são pertencentes ao município de Santaluz.

Segundo pessoas ligadas ao movimento, a ocupação foi provocada pelos moradores para que a Prefeitura Municipal de Santaluz visite in loco a área ocupada, assim como também ouça as reivindicações dos moradores, descontentes com a situação de abandono na qual se encontra o terreno.

Os moradores declararam que a medida de ocupação foi emergencial e se tornou inevitável, devido as eminentes ameaças feitas por pessoas ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST, de que invadiriam a área.

“Há mais de 20 anos que a Prefeitura Municipal de Santaluz vem prometendo tomar uma providência em relação a esta área, que se encontra em total estado de abandono, como nós vimos recebendo ameaças de invasão por parte de pessoas ligadas ao MST, resolvemos ocupar a área, a fim de garantir a nossa segurança e para tentar mobilizar o gestor do município no sentido de tomar as medidas cabíveis e assumir um compromisso perante a comunidade para que seja feito o aproveitamento do local, mas, se for para continuar do jeito que está, nós não desocuparemos a área”, disse Clécio, morador do Bairro J. J. Seabra.

Ainda de acordo com os ocupantes, a solução vai depender do Prefeito Zenon Nunes (PSD), já que a área ocupada é propriedade do município de Santaluz. Por hora, os ocupantes esperam conversar com o Prefeito, para juntos encontrarem a solução.

Redação Notícias de Santaluz