carcere-privado

Mulher estava sendo mantida em cárcere privado, segundo relatos de familiares à polícia | Foto: Ilustrativa

Uma mulher identificada como Gilvana Ferreira da Silva, 26 anos, precisou ser encaminhada ao Hospital Municipal de Santaluz, na tarde deste sábado (13), após ser retirada da casa onde mora, no bairro Recreio, por suspeitas dos familiares de que havia sofrido espancamento e estava sendo mantida em cárcere privado por um homem identificado como Pedro Antônio da Silva, conhecido como ‘Saputi’, 27 anos.  De acordo com a Polícia Militar, que foi acionada por volta das 15h de sábado, familiares da vítima informaram que a mulher foi espancada pelo suspeito na madrugada do mesmo dia, e desde então estava sendo mantida presa dentro da residência. Uma guarnição do 4º Pelotão da Polícia Militar foi ao local, mas o suspeito havia fugido. Os policiais realizaram diversas buscas, mas não conseguiram localizar o homem. De acordo com a PM, a mulher foi socorrida com diversos hematomas no rosto e escoriações, mas não corre risco de morte. Até o fechamento desta matéria ela permanecia internada em observação. Os policiais orientaram a vítima a registrar queixa contra o agressor na delegacia da cidade.

Redação Notícias de Santaluz