Foto: Ilustração

A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) contabilizou 572.859 cabeças de gado que vieram a óbito devido à forte seca que afetou o Estado. Isso representa cerca de 5% do rebanho existente na Bahia. Os maiores números de óbitos ocorreram nas regiões de Miguel Calmon (75.190), Ribeira do Pombal (74.433), Juazeiro (70.700), Itaberaba (69.730) e Feira de Santana (62.399). Todas englobando municípios que ainda estão com baixa precipitação.

A escassez de chuva que se iniciou em 2011, e que ainda ocorre em vários municípios da Bahia, provocou a prorrogação da campanha de vacinação contra a febre aftosa nesta primeira etapa de 2013 devido a uma série de problemas, como a restrição alimentar dos animais, os baixos índices de chuvas, desnutrição do rebanho e os altos custos de insumos, que poderiam comprometer a imunização contra a aftosa. Mesmo com os problemas ocasionados pela forte seca que atingiu 60% do Estado, 91,15% do rebanho foi vacinado.

Redação Notícias de Santaluz