Bahia Notícias
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.rxoxggmikt

Foto: Reuters

Sailson José das Graças, assassino confesso de 43 pessoas, teve sua prisão preventiva decretada pela Justiça do Rio de Janeiro nesta terça-feira (16). O acusado afirmou que cometeu os crimes, dos quais sete foram confirmados por investigadores e familiares das vítimas, em nove anos. Sailson deve ser transferido para o complexo Gericó, em Bangu, até o final de semana. O casal suspeito de sustentar o serial killer e encomendar assassinatos também foi transferidos da Polinter, no bairro do Jacaré, para outros presídios do Estado, de acordo com a decisão do juiz Alexandre Guimarães Gavião Pinto, da 4ª Vara Criminal, da Comarca de Nova Iguaçu. Os três devem continuar presos durante as investigações por sua “periculosidade”. “Os elementos probatórios já amealhados autorizam, com segurança, a custódia provisória dos três indiciados, que não possuem as mínimas condições de, por ora, aguardarem soltos o deslinde das investigações e a tramitação da eventual ação penal”, afirmou o juiz. Até o momento, Sailson será indiciado por sete homicídios e quatro tentativas de homicídio. A polícia ainda tenta confirmar os outros crimes.