O mais de 15 mil habitantes do município de Serra Preta, distante 60 km de Feira de Santana vem enfrentando há mais de três anos uma verdadeira batalha para contar com sinal de telefonia celular.

Diversas manifestações foram feitas pela população na tentativa frustrada, diga-se de passagem, de estabelecer diálogo com o governo estadual. 

Os moradores de Bravo, principal distrito de Serra Preta, com oito mil habitantes, organizaram várias manifestações, e chegaram inclusive a serem recebidos pelo governador Jaques Wagner e pelo Vice-governador Otto Alencar durante a inauguração de uma estrada no município de Pintadas. Naquela ocasião o governador estipulou um prazo de 90 dias para que o problema fosse resolvido. No entanto, de acordo com Alexsandro Matos, morador de Serra Preta, desde 2005 as operadoras Vivo e Claro instalaram cinco torres na região, porém, o raio de alcance do sinal é muito baixo e a empresa responsável pela instalação alegou inviabilidade técnica, e o sinal não foi estabelecido.

Em tempo, mediante a situação e indignados com o descaso do Poder Público, os moradores de Serra Preta e dos distritos de Bravo e Ponto de Serra Preta continuam cobrando uma intervenção do Governo do Estado a fim de que o problema seja solucionado.

Redação Notícias de Santaluz – Com informações da Tribuna da Bahia