Um homem conhecido por Adriano, morador de Serrinha, foi apartar o gado em uma propriedade da zona rural do município e encontrou no meio do caminho uma cobra Sucuri que se preparava para engolir uma bezerra.

“Mais um pouco eu tinha perdido minha bezerrinha… Graças a Deus cheguei a tempo”, disse Adriano. Ele ainda fez questão de dizer, numa atitude ecológica nobre, que não matou a cobra: “Devolvi pra natureza, deixei-a ir embora”, declarou  Adriano Oliveira que não perdeu tempo e tirou uma foto para não parecer história de fazendeiro, que é irmã das histórias de pescadores.

“Só registrei para mostrar para vocês o que a fome não faz… Essa aí deve estar sem comer há meses.” E concluiu dizendo que era uma cobra Sucuri, encontrada no meio do caminho em Serrinha. (Blog da Maria)