Uma estudante de Medicina foi presa no fim da tarde desta quarta-feira (28) com um quilo e meio de cocaína do tipo “nine-nine”, com 99% de teor de pureza. A droga foi apreendida em um posto de combustível às margens da BR-116 entre as cidades de Serrinha e Teofilândia. Luciana Martins Ribeiro, de 22 anos, estava com a substância em um fundo falso de sua mochila e foi detida. A polícia agora investiga a identidade do destinatário da droga em Serrinha, onde ocorrerá na próxima semana (entre 5 e 8 de setembro), a tradicional vaquejada da cidade. Natural de Rondônia, Luciana afirmou durante interrogatório que saiu da Bolívia no domingo (25) de avião até Goiânia. De lá, ela partiu para a Bahia em um ônibus. Segundo ela, um homem na Bolívia a contratou para trazer a cocaína até Serrinha e, pelo transporte, ela receberia a quantia de US$ 2 mil quando retornasse ao país, onde cursa Medicina. O alto índice de pureza da substância foi averiguado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). Estima-se que o quilo da droga seja vendido por cerca de R$ 50 mil, de modo que a estudante estava em posse de R$ 75 mil em drogas. Luciana foi autuada em flagrante e deverá ser encaminhada para o presídio de Feira de Santana. A cocaína ficará apreendida na 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Serrinha) até que a Justiça autorize sua incineração. (Correio)