Share Button

Benefício é concedido a estudantes por meio de cartões | Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A Polícia Civil cumpriu na manhã desta quinta-feira (12), em Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, um mandado de busca e apreensão na casa de uma funcionária pública suspeita de desviar créditos do vale-alimentação estudantil, benefício concedido pelo governo da Bahia a estudantes matriculados na rede estadual de ensino, com o objetivo de garantir a segurança alimentar dos estudantes e de suas famílias durante a pandemia. O crédito é disponibilizado em parcelas no valor de R$ 55 por aluno, por meio de cartões distribuídos pela Secretaria da Educação do Estado. O coordenador regional da Polícia Civil, delegado Felipe Neri Neto, explicou que a mulher é suspeita de realizar transações com os vales. Segundo o delegado, a suspeita aproveitava o acesso que tinha à secretaria escolar, violava os envelopes nos quais estavam guardados os cartões do programa, utilizava eles em compras em diversos supermercados e em seguida colocava os cartões de volta nos envelopes de forma grosseira, com o intuito de ocultar o crime. Na ação desta quinta-feira, segundo a Polícia Civil, foram apreendidos cartões e documentos que devem contribuir com o procedimento instaurado para apurar as fraudes. A mulher pode responder por peculato, na modalidade furto, por utilizar-se da condição de servidora pública para cometer os delitos.

Notícias de Santaluz