Share Button
Foto: Jorge Araujo/Folhapress

Foto: Jorge Araujo/Folhapress

Apesar das denúncias contra Lula na delação da Odebrecht, setores do PT seguem acreditando que o STF (Supremo Tribunal Federal) permitirá que ele seja candidato em 2018, ainda que condenado em segunda instância. Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a maior parte da legenda dá como certa a condenação do petista, em primeira e em segunda instâncias, o que impediria a candidatura, mas acha que o STF pode garantir a presença dele na cédula eleitoral, sob o argumento de que barrar a candidatura seria muito drástico e que ainda faltaria o pronunciamento das cortes superiores para a condenação definitiva dele.