Bahia Notícias
57_4

Pagamento de construtoras está atrasado há 60 dias | Foto: Divulgação

O pagamento de construtoras responsáveis por obras do programa Minha Casa, Minha Vida está atrasado há 60 dias e gerou uma situação “insustentável” para as empresas, afirmou o Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA). “[A situação] compromete não apenas o pagamento do décimo terceiro, como da folha de pessoal das empresas”, alerta o presidente do Sinduscon-BA, Carlos Henrique Passos. Segundo ele, o programa federal representa cerca de 35% do total de trabalhadores que atuam no setor da construção civil no estado. “Esse dado por si só demonstra a necessidade em garantir a efetividade do programa, afinal, é um resgate de uma dívida social com os brasileiros, que necessitam de moradia digna”, avaliou. Ele sugere que a falta de pagamento poderia protestos e demissões imediatas. Atualmente, cerca de 500 mil trabalhadores estão diretamente ligados à construção de unidades do MCMV no Brasil.