A atuação do árbitro paulista Marcelo Aparecido de Souza, no jogo do Bahia contra o Vasco, irritou os atletas do Tricolor, que reclamaram da performance do juiz, que prejudicou a equipe no empate em 1 a 1.  O volante Fahel credita o resultado à atuação da arbitragem. “Sinceramente, tem que dar o ponto do Vasco para o árbitro, o tempo todo querendo nos prejudicar”, bradou. O também volante Hélder comparou a atuação do paulista ao sergipano Cláudio Francisco Lima e Silva, que em 2012 prejudicou a equipe no jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre. “Foi igual ou pior. Mas temos que exaltar a garra e dedicação do time”, disse.