Share Button
Foto: Divulgação / Sesab

Foto: Divulgação / Sesab

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) publicou nesta semana um novo manual que detalha o passo a passo para a notificação dos casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) pelas prefeituras e unidades de Saúde. O documento também define os critérios a serem adotados para a coleta de material biológico e o tipo de teste adequado para cada situação. O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, ressalta que “diante de um resultado positivo de teste rápido ou RT-PCR, a notificação deve ser feita imediatamente pelas instituições de saúde do setor público ou privado”. O documento elaborado pela Sesab esclarece que o teste rápido deve possuir registro na Anvisa e ser validado pelo Instituto Nacional e Controle e Qualidade em Saúde (INCQS). “Além disso, o resultado deve ser interpretado por um médico”, afirma a diretora da Vigilância Epidemiológica da Bahia, Márcia São Pedro.

Notícias de Santaluz