vitor_bizerra

O Juiz Vítor Bizerra, que atuou no caso de permissão de adoção de crianças em Monte Santo por casais do Sudeste doBrasil, tem até cinco dias a partir desta segunda-feira (2) para apresentar sua defesa na questão para o Tribunal de Justiça. A corte arbitrou o período por meio do relator do processo, desembargador Pedro Costa. O magistrado quer explicações de supostos benefícios que Bizerra teria concedido às famílias para que estas tirassem as crianças do interior da Bahia. A situação causou seu afastamento do trabalho no último mês de setembro, período em que a investigação ocorre. A punição foi decidida pelo Conselho Nacional de Justiça, que alegou haver indícios de graves irregularidades no processo de adoção. O caso-base foi a transferência de guarda provisória dos filhos de uma dona de casa para um casal do interior de São Paulo. Com informações do Correio.