Os trabalhadores dos Correios na Bahia acataram decisão do TST e encerraram a paralisação. Reunidos, os servidores acompanharam a transmissão do julgamento e logo depois decidiram, em assembleia, acatar o que foi decidido no julgamento do dissídio coletivo, informou o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba). A Justiça determinou 8% de reajuste sobre o salário e 6,27% nos benefícios.

De acordo com a decisão judicial, a categoria volta ao trabalho a partir desta quinta-feira (10). Em entrevista ao portal Ibahia a presidente do sindicato Simone Soares Lopes disse que a decisão foi positiva. “Lutamos com muita garra para mostrar a empresa que temos dignidade e é preciso nos respeitar, porque não basta negociar com São Paulo ou Rio de Janeiro e o resto do país tem que simplesmente aceitar. Trabalhamos igualmente nesta empresa, vestimos sua camisa e por isso queremos ser ouvidos”. Em Santaluz a categoria não aderiu a greve, mas algumas encomendas atrasaram devido o movimento grevista em outras cidades.

Pela decisão do TST os trabalhadores grevistas terão de compensar os dias que faltaram com até duas horas extras diárias em um prazo de 180 dias.