Greve já dura 13 dias | Foto: Divulgação

Os funcionários dos Correios na Bahia decidiram, em assembleia realizada na tarde desta terça-feira (11), manter a greve deflagrada no dia 31 de janeiro. Além de pedir a revisão do plano de cargos e salários, a categoria é contra a mudança da administradora do plano de saúde. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba), desde que iniciou o processo de modificação a nova empresa tem descredenciado importantes hospitais e centros médicos, dificultando o atendimento aos servidores. O Sincotelba divulgou uma nota pedindo que todos os funcionários que tenham recebido o novo cartão não o utilizem. O Sindicato orienta que os servidores continuem usando a antiga carteirinha, por tempo indeterminado. 

*Ler nota

Redação Notícias de Santaluz