Grevistas decidiram realizar um protesto, na manhã desta sexta, em frente ao prédio central dos Correios, no bairro da Pituba, em Salvador

Os trabalhadores dos Correios na Bahia decidiram, em assembleia da categoria realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba), na noite desta quinta-feira (30), o início da greve nesta sexta (31), por tempo indeterminado. Além de reivindicar a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) 2008, o sindicato também reclama que houve quebra de acordo da estatal relativo à manutenção do atual plano de saúde (Correios Saúde) dos servidores, determinada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). De acordo com o sindicato, os Correios divulgou recentemente um boletim técnico informando a mudança do convênio, e estabeleceu o prazo de até 180 dias para os funcionários solicitarem o novo cartão de identificação. Segundo o sindicato, desde que iniciou o processo de modificação a empresa tem descredenciado importantes hospitais e centros médicos, dificultando o atendimento aos servidores. Em tempo, os grevistas decidiram realizar um protesto, na manhã desta sexta, em frente ao prédio central dos Correios, no bairro da Pituba, em Salvador.

Redação Notícias de Santaluz