colorido

Foto: Reprodução

Braço direito do traficante Genilson Lima da Silva, atualmente detido no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná, Antônio Dias de Jesus, 33 anos, é o novo integrante do Baralho do Crime, criado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Ele é acusado de chefiar o tráfico de drogas nos municípios de Madre de Deus e São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Com três mandados de prisão em aberto pelos crimes de latrocínio e homicídio, o traficante passa a ocupar a Carta 10 de Ouros, em substituição a um procurado que teve a prisão revogada pela Justiça. Antônio é acusado de ser o mandante da morte de um policial militar em Dias D’Ávila, também na RMS, e de um comissário de menores. O criminoso que aparece na nova carta do Baralho do Crime também é apontado como autor de outras mortes na região metropolitana, sendo citado em vários inquéritos policiais. Ele cumpriu pena de sete anos por homicídio, mas foi solto em 2011, quando voltou a praticar crimes. 

Redação Notícias de Santaluz