Share Button
Listas servirão de base para os julgamentos dos registros de candidaturas pelo TRE | Foto: Divulgação

Listas servirão de base para os julgamentos dos registros de candidaturas pelo TRE | Foto: Divulgação

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador José Rotondano, recebeu, nesta segunda-feira (13), a relação dos gestores públicos que tiveram as contas rejeitadas pelos tribunais de Contas do Estado da Bahia (TCE) e dos Municípios (TCM), nos últimos oito anos.

As listas, de acordo com o presidente do TRE, servirão de base para os julgamentos dos registros de candidaturas pela Corte Eleitoral, que decide indeferir ou não o pedido. Dezessete municípios do território de identidade do sisal têm gestores listados, mas quase nenhum deles manifestou interesse em concorrer à eleição de 2018. Uma exceção é o ex-prefeito de Serrinha e pré-candidato a deputado estadual pelo PT, Osni Cardoso. O petista é um dos políticos da região sisaleira cujo nome figura na lista de gestores que tiveram contas rejeitadas pelo TCM.  

“Se houver, efetivamente, um motivo para não se deferir [o registro de candidatura], não tenha dúvida que se indefere e, se a análise submetida ao TRE verificar de que há possibilidade do candidato concorrer, não tenha dúvida que a decisão judicial será no sentido de permitir. Espero que nós sejamos rigorosos nessas eleições”, afirmou o desembargador José Rotondano.

Notícias de Santaluz

Veja a lista de gestores com contas rejeitadas pelo TCM nos últimos oito anos

Veja a lista de gestores com contas rejeitadas pelo TCE nos últimos oito anos