A votação sobre a entrada da Universidade Federal da Bahia (UFBA) no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ocorre durante a reunião do Conselho Acadêmico de Ensino (CAE), nesta quarta-feira (19), na Sala dos Conselhos, no Palácio da Reitoria, no campus do Canela.  Caso seja aprovado, o Sisu será o modo de ingresso na universidade a partir de 2014, nos cursos de graduação. A seleção será feita com base na nota obtida pelo candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a segunda fase do vestibular deixa de ser realizada. Em ofício divulgado no site da UFBA, a reitora Dora Leal Rosa justifica a adoção do sistema: “a avaliação de nossa experiência com o vestibular deste ano, em que adotamos o Enem como primeira fase, nos mostra claramente que não se justifica a realização da segunda fase”. “Com efeito, é muito grande a interseção entre o conjunto dos candidatos que se classificaram no vestibular e o conjunto dos candidatos que se classificariam caso houvesse apenas uma fase (Enem): a média dessa interseção, tomada sobre todos os cursos, foi de quase 70%. (…) Em outras palavras, a existência da segunda fase altera muito pouco a lista dos candidatos que ingressam na universidade”, completa. (Correio)