Manifestantes comemoram legalização da maconha em frente ao Congresso do Uruguai (Pablo Porciuncula / AFP)

O Uruguai tornou-se nesta terça-feira (11) o primeiro país do mundo a legalizar completamente a produção e a venda de maconha. O projeto aprovado no Senado por 16 votos a 13 prevê que a produção e o comércio da droga serão controlados pelo Estado – será permitido ter até seis pés em casa para uso próprio e clientes registrados poderão comprar no máximo 40 gramas por mês nas farmácias. Será possível ainda associar-se a uma cooperativa de produtores e usuários, que poderá produzir até 480 gramas por pessoa anualmente. Com a aprovação no Legislativo, fica faltando apenas a sanção presidencial para que comece a contar o período de 120 dias necessários para a regulamentação da lei. O consumo em locais públicos está liberado há quase quatro décadas. Um dos principais argumentos do governo socialista é que a legalização vai frear o aumento da criminalidade no país. Com informações do portal Veja.