valente-foto

Os dados são do Ministério da Saúde | Foto: Divulgação

O Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), Mapa da Dengue, realizado em 1.459 municípios brasileiros, divulgado nesta terça-feira (18) pelo Ministério da Saúde (MS), apontou que Valente é a cidade com maior risco de epidemia de dengue entre os municípios baianos. É considerado em estado de risco o município que apresenta larvas do mosquito em mais de 4% dos imóveis pesquisados, sendo que Valente apresentou índice de 17%, o maior do estado, e um dos maiores do país. Valente aparece entre as 321 cidades brasileiras em situação de risco. De acordo com o Coordenador de Endemias do município, Carlos Alberto, ações preventivas estão sendo desenvolvidas em parceria com a vigilância epidemiológica e, as equipes de endemias têm atuado no tratamento de áreas críticas. “Embora não tenhamos registrado nenhum caso da doença, ainda, o risco de epidemia existe, e é considerado alto. Estamos trabalhando em conjunto com a secretaria de saúde e a vigilância epidemiológica para manter a segurança da população”, afirma.

Ainda de acordo com o levantamento do MS, no Território do Sisal, Candeal, com índice de 6,4%; Conceição do Coité, com 7%; Monte Santo, com 4,7%; Nordestina, com 4,3% e Tucano, com 4,2% também são considerados municípios em estado de risco de epidemia. Já Araci, com índice de 3,2% e Serrinha, com 3,3% estão em estado de alerta.

Redação Notícias de Santaluz