Foto de Arquivo

O fato aconteceu na manhã deste sábado, 08/06, por volta das 08:30hs, quando o senhor José Pereira de Oliveira, de 65 anos, conhecido popularmente como Zé Boré, irmão de Roque Boré, se sentiu mal em plena feira livre do município, na praça do Centro de Abastecimento, segundo informações de populares que prestaram socorro, com princípio de infarto.

Conforme informações de parentes, ao dar entrada no Hospital Municipal José Mota Araújo, em Valente, por volta das 08:30hs, não havia mais médico na unidade hospitalar, pois o médico plantonista já havia concluído o seu plantão e se deslocava para outra cidade para nova jornada de trabalho. Porém, o novo plantonista ainda não havia chegado ao Hospital.

Informações colhidas junto aos familiares da vítima, dão conta de que segundo o laudo, o horário de óbito está registrado como 09:10hs, portanto, alguns parentes relatam que se houvesse médico na unidade hospitalar poderia ter salvo a vida deste senhor.

Familiares do senhor José Pereira de Oliveira, conhecido como Zé Boré, estão consternados com o fato acontecido, e repudiam o descaso que está a saúde no município de Valente, na Bahia, e no Brasil.

O corpo foi levado para Feira de Santana para ser necropciado, e o sepultamento deve acontecer na manhã de domingo, às 08:00hs.

Nossa equipe de reportagem esteve no Hospital Municipal José Mota Araújo, onde conversamos com o administrador do Hospital, o Sr. Renato Gonçalves Lopes Júnior, onde ele relatou que tudo o que estava ao alcance foi feito. A ambulância foi solicitada, se deslocou até o local, porém, a vitima já havia sido socorrida por populares até aquela unidade hospitalar. Ainda segundo Renato, na unidade hospitalar, todo o atendimento foi feito pela equipe do hospital, mesmo com a ausência do médico. Ele ligou para o médico que tinha finalizado o plantão e estava em deslocamento para outra cidade, o mesmo retornou, porém nada pode fazer para reanimar a vítima. (Valente em Notícias)