“… Todo mundo ama um dia. Todo mundo chora. Um dia a gente chega. E no outro vai embora”. Assim reza a letra da canção Tocando em Frente, de Almir Sater em parceria com Renato Teixeira. E quis a vida que nesta terça-feira, 17, nós nos despedíssemos pela ultima vez do nosso guerreiro Victor Ely Nascimento Maciel, 24 aos, que teve seu ciclo interrompido por uma agressão cruel, covarde e ignorante, no domingo dia 08 durante a divulgação de uma festa de camisas em Nova Fátima. Tristeza, comoção e homenagens marcaram todo o velório desde a chegada do caixão no inicio da noite de segunda (16) até sua a saída no final da manhã desta terça. 

Familiares, amigos e autoridades prestaram suas últimas homenagens antes do sepultamento no Cemitério Sagrada Família. O prefeito de Nova Fátima Amado Cunha e Vereador Marco Aurélio estiveram presentes e assim como a comunidade valentense estavam chocados com o acontecimento. A cidade literalmente parou nesta terça-feira e em vários pontos a população aplaudiu a passagem do caixão, mais agudamente na Praça da Matriz e em frente ao Cemitério Sagrada Família. Foram cenas marcantes, nunca antes vistas, que ficarão inevitavelmente pra sempre na memória de todos nós.  Antes do enterro mais duas grandes homenagens. Uma de Roberto do Fórum, em representação a seleção valentense campeã do Consisal a qual Victor fazia parte e a última do cantor Jorginho Akilys fechando a série de tributos com a Canção da América, de Milton Nascimento, cantada à capela junto com outros amigos. E sob aplausos, lágrimas e saudades Valente se despediu do guerreiro Victor Maciel pela última vez.

Com informações e fotos do blog oboleiro.com

* Ver mais fotos