A chegada do Papa ao Brasil para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), não foi vista com bons olhos por alguns usuários do Facebook e do Twitter. Entre 4 e 21 de julho, a A2 Comunicação, em parceria com o Scup, monitorou o que foi dito sobre a chegada do líder religioso ao Brasil no Twitter e Facebook. Ao todo, foram coletados 94.341 itens, dos quais 10% foram classificados como positivos, negativos ou neutros. Entre os posts analisados, 7,9% continham mensagens positivas sobre a visita, enquanto 19,3% se mostravam contrários, impulsionados principalmente por notícias de gastos do dinheiropúblico com o evento. 72% dos itens analisados traziam mensagens consideradas “neutras” ou apenas repercutiam notícias da imprensa sobre a visita. (Tribuna)