Dinei foi autor primeiro gol da partida disputada no Barradão (Foto: Eduardo Martins / Agência Estado)

Nos duelos de faroeste, dois homens entram vivos, e apenas o que tem o saque mais rápido e melhor pontaria permanece respirando. Neste domingo, os confrontos dos velhos filmes de bang-bang inspiraram o Brasileirão. Vitória e Santos duelaram no Barradão para manter as chances de conquistar uma vaga na Copa Libertadores da América de 2014. Veloz no gatilho, o Rubro-Negro baiano levou a melhor. Com gol dos ‘matadores’ Dinei e Maxi Biancucchi, a equipe comandada por Ney Franco bateu o Peixe por 2 a 0 e mantém a busca pelo G-4 em aberto, enquanto o time paulista dá adeus às chances de disputar o torneio continental na próxima temporada. O próximo compromisso do Vitória é contra o Criciúma, sábado (23), fora de casa.

Fernandão comemora gol da vitória do Bahia na Arena PE (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

A agonia do Bahia durou até os 35 minutos do segundo tempo. A dez minutos do fim, Fernandão, enfim, conseguiu superar Ricardo Berna e garantir a vitória tricolor sobre o Náutico por 1 a 0 na Arena Pernambuco. Oito rodadas depois, o time baiano voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. E respirou. O resultado, além de quebrar o jejum, tirou o Bahia da zona de rebaixamento. O Tricolor chegou aos 42 pontos e ultrapassou o Coritiba. Saiu da 17ª para a 16ª colocação. Já rebaixado, o Timbu chegou à 10ª derrota consecutiva. Estacionado nos 17 pontos, o time pernambucano segue precisando de pelo menos mais um para se livrar da pior campanha da era dos pontos corridos – em 2007, o América-RN também somou apenas 17. Na próxima rodada, o Bahia tem um confronto decisivo contra a Portuguesa, adversária direta na luta contra o rebaixamento, domingo (24), na Fonte Nova. Com informações do Globoesporte.