Em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, uma dona de casa morreu enquanto esperava por cirurgia no Hospital Regional. Ela ficou quase 20 dias deitada no corredor da unidade hospitalar e teve um acidente vascular cerebral enquanto aguardava a cirurgia. Maria de Lourdes, de 65 anos, morreu na quinta-feira (28). De acordo com a família, a idosa morreu por negligência médica. Ela foi levada para o hospital no dia 11 deste mês, por causa de uma fratura na perna. “O médico já estava encaminhando para fazer a cirurgia, aí falou que tinha que aguardar a vaga da cirurgia. Ela teve que aguardar em uma cadeira de plástico do hospital. Ela ficou dias em uma cadeira de plástico, até criar as feridas”, detalhou Nathália Seroa, vizinha e amiga. “Ela ficou no corredor durante 18 dias. Eu dormi no chão com ela e eles não tomaram nenhuma providência. Falou que ia operar ela na quinta-feira, não operou, falou que ia operar na sexta-feira, não operou. Aí deu infecção no pulmão. Eles não tomaram nenhuma providência. Minha mãe aí começou a delirar. Ela já não estava bem”, apontou Valdirene Alves dos Santos, a filha da vítima. O Hospital Geral de Vitória da Conquista encaminhou uma nota de esclarecimento informando que a paciente recebeu todos os cuidados médicos necessários para o internamento e que a cirurgia ainda não havia sido realizada porque existia uma fila de espera. Segundo a unidade de saúde, a prioridade é para os casos de maior gravidade. O hospital disse ainda que esperava a melhoria no quadro clínico de Maria de Lourdes, já que ela teve um AVC e precisava melhorar para realizar a cirurgia. (G1)