Share Button

Por TV Santa Cruz

Foto: Divulgação/Policia Civil

Conhecida como “Viúva negra”, a mulher suspeita de matar dois namorados envenenados, em um período de oito meses, passou pelo segundo julgamento em Itabuna nesta sexta-feira (12) e foi condenada a 22 anos e 6 meses de prisão por homicídio triplamente qualificado. Wane Brenda Oliveira, de 34 anos, está presa desde 2018, acusada pela morte de dois homens que foram envenenados com chumbinho, após ela descobrir que eles tinham intenção de terminar o relacionamento com ela. O julgamento desta sexta foi referente à morte de Evandro Bonfim, em dezembro de 2017. Apesar da condenação, a defesa da Wane irá recorrer da decisão. No dia 31 de agosto deste ano, a “Viúva Negra” já havia passado por um julgamento pela morte de Edvaldo Araújo Alves, a primeira vítima. Pelo homicídio deste companheiro, ela foi condenada a 21 anos em regime fechado. Agora que os dois julgamentos foram finalizados, a Vara de Execuções Penais vai esperar o prazo de recurso para calcular a pena exata que Wane irá cumprir.