Share Button
dsc_0363

Foto: Notícias de Santaluz

O Centro de Apoio aos Interesses Comunitários do Município de Santaluz (CEAIC) recebeu, na tarde desta terça-feira (13), o sociólogo belga Vincent Brackelaire, consultor da União Europeia, com objetivo de avaliar as ações do Projeto União Sertaneja, que é desenvolvido há três anos no Território do Sisal, com objetivo de fortalecer as capacidades e a cooperação entre a Sociedade Civil e Instituições Públicas (centrais de associações, grupos produtivos, entre outras) para reduzir a pobreza nas comunidades mais desfavorecidas. Participaram do encontro diretores do Ceaic, representantes da Cooperativa de Beneficiamento e Comercialização (Coobencol) e da Associação do Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais e Agricultoras Familiares (Ammtrafas) e da Ascoob Itapicuru, além de presidentes de associações e estagiários do Centro de Educação Profissional do Campo Paulo Freire.

dsc_0357

Reunião aconteceu na sede do Ceaic, em Santaluz | Foto: Notícias de Santaluz

Financiado pela União Europeia, o Projeto União Sertaneja teve início em fevereiro de 2015 e tem a previsão de ser finalizado em fevereiro de 2018. No Território do Sisal, os municípios contemplados são: Monte Santo, Araci, Quijingue, Itiúba, Cansanção, Nordestina, Filadélfia, Euclides da Cunha, Tucano, Queimadas e Santaluz. São beneficiados com a iniciativa 330 Associações, 11 Centrais, 88 Grupos Produtivos, 1.095 agricultores familiares, sendo 820 mulheres. De acordo com o coordenador do projeto, Júnior Simões Neto, o objetivo principal é criar uma Federação com 11 Centrais de Associações filiadas e 330 Associações visando promover o acesso e qualidade dos serviços sociais básicos da população rural mais vulnerável dos 11 municípios do semiárido baiano.

Redação Notícias de Santaluz