acusado-de-matar-criança

Foto: Reprodução/PCS

Gabriel Ferreira de Jesus, de 18 anos, acusado de matar o menino Nadson Cauã dos Santos, de 4 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (6) durante uma operação do Serviço de Inteligência (SI) da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha). A operação, comandada pelo delegado Mozart Cavalcante, coordenador da 15ª Coorpin, ocorreu no povoado de Boqueirão, zona rural de Santa Bárbara, local onde o acusado estava escondido. Gabriel foi localizado em uma área de mata fechada. O crime ocorreu na madrugada de sábado (3), no Residencial Serrinha, conjunto do Minha Casa, Minha Vida, no bairro da Cidade Nova. Segundo a polícia, Gabriel é namorado da mãe de Cauã, Maricleide dos Santos Azevedo. Por volta de 01h, o casal estava na casa dela quando começou uma discussão entre os dois, que bebiam. No meio da briga, Gabriel pegou uma arma e apontou para Maricleide. Ao tentar atirar na namorada, ele teria atingido o menino Cauã. O acusado contesta a versão e diz que, no momento da discussão, a mulher teria tentado tirar a arma de sua mão, causando o disparo. O motivo da discussão, segundo Gabriel, teria sido ciúmes.

cauã

Garoto foi morto após levar tiro na cabeça | Foto: Reprodução/PCS

Em entrevista ao repórter Renny Maia, da Rádio Continental, o acusado relatou que Maricleide teria ficado incomodada com a presença de uma amiga dele na casa e os dois começaram a discutir após a bebedeira. “Ela achou que eu estava paquerando a menina e na hora que agente foi dormir começou a confusão”, disse. A arma usada no crime, um revólver calibre 38, foi encontrada enterrada nos fundos da casa do pai do acusado, localizada no povoado Barra Grande, em Serrinha. A arma estava com um cartucho deflagrado. O homem segue detido na carceragem da 15ª Coorpin aguardando decisão da Justiça. O corpo do menino foi enterrado na tarde desta segunda-feira (5) sob forte comoção e revolta. As informações e fotos são do Portal Cleriston Silva.