Bahia Notícias
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.dkmX7xDTNN

Foto: Reprodução/Thinkstock

Arqueólogos descobriram um sítio em Jerusalém onde teria se passado um dos momentos mais importantes do Novo Testamento: o julgamento de Jesus Cristo. Entre os sinais encontrados, além de inscrições deixadas por antigos presos nas paredes, estão fundações e um sistema de esgoto que os pesquisadores acreditam ser do palácio de Herodes, o rei da Judeia durante o domínio romano. “A prisão é uma grande parte do antigo quebra-cabeça de Jerusalém e mostra a história da cidade de forma única e clara”, disse Amit Re’em, arqueólogo que liderou a equipe na escavação, ao jornal americano Washington Post. Ainda existe debate sobre o local onde o julgamento teria ocorrido, devido a diferentes interpretações dos Evangelhos. Os textos descrevem que Jesus foi trazido diante de Pilatos no “praetorium”, termo em Latim para a tenda do general em um acampamento romano. Alguns acreditam que esse lugar seria em um tipo de alojamento militar, enquanto outros creem que o general romano teria sido um convidado no palácio do rei Herodes.