Share Button
assembleia

Foto: Divulgação/Sindicato dos Bancários

Em assembleia geral realizada na noite desta quinta-feira (6), os bancários dos bancos privados, do Banco do Brasil e do Banco do Nordeste decidiram aceitar a proposta da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e encerrar a greve que já durava 31 dias e se tornou a mais longa dos últimos anos. O Sindicato dos Bancários da Bahia informou que apenas as agências da Caixa Econômica Federal seguem sem funcionar, já que os funcionários do banco rejeitaram a proposta e mantiveram a greve. Com isso, as agências da rede privada e dos bancos públicos do Nordeste e do Brasil, devem abrir normalmente nesta sexta-feira (7). No mesmo dia, a partir das 17h, os funcionários da Caixa realizam nova assembleia para decidir os rumos do movimento.

A proposta de reajuste de 8% em 2016 e abono de R$ 3.500 apresentada pela Fenaban e aceita pelos bancários também inclui aumento de 10% no vale refeição e no auxílio-creche-babá e de 15% no vale alimentação. Os bancos também se comprometeram a garantir aumento real de 1% em todos os salários e demais verbas. O acordo proposto pelos bancos tem validade de dois anos. Para 2017, os salários serão reajustados pela inflação (INPC/IBGE), mais 1% de aumento real.

A categoria pedia a reposição da inflação do período mais 5% de aumento real (totalizando 14,78% de reajuste), valorização do piso salarial – no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho) e PLR de três salários mais R$ 8.317,90.

Redação Notícias de Santaluz