Share Button
Foto: Rogério Melo/PR

Foto: Rogério Melo/PR

Em nova viagem a Brasília nesta semana, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deve intensificar sua agenda de transição de governo. As prioridades são definir pontos específicos da reforma da Previdência e pelo menos outros quatro ministros para as pastas de Saúde, Meio Ambiente, Defesa e Relações Exteriores. Segundo informações da Agência Brasil, Bolsonaro também tem uma reunião marcada com sua futura ministra da Agricultura, a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS). No caso da Previdência, que o novo governo trabalha para aprovar ainda esse ano, o capitão recebeu diversas propostas, mas disse que ainda não definiu quais vai levar adiante. De acordo com a publicação, o presidente negou a possibilidade de aumentar para 40 anos o período mínimo de contribuição para o recebimento integral da aposentadoria.