Share Button
Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

A cidade de Santaluz recebeu, na manhã deste sábado (1), a 49ª edição da tradicional Corrida do Fogo Simbólico da Pátria, que em dois dias percorreu vários munícipios do Território do Sisal com destino a Serrinha, onde ocorrerá a culminância do ato cívico em comemoração ao Dia da Independência do Brasil, celebrado em 7 de setembro.

O revezamento da tocha contou com a participação de centenas de pessoas, entre cidadãos, atletas e alunos de escolas de Santaluz. A Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal acompanharam o grupo e ajudaram a organizar o trânsito ao longo do percurso.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

Além da corrida – que neste ano teve como ponto de chegada a Praça do Saber depois de percorrer as principais ruas do município – também ocorreu a cerimônia do acendimento da pira do Fogo Simbólico, que marca a abertura das atividades da Semana da Pátria.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

A solenidade contou com a presença das secretárias municipais da Educação, Maria Lucineide, e da Assistência Social, Aline Cunha, que representaram a prefeita Quitéria Carneiro, do secretário da Educação de Queimadas, Rogério Reis, representando o prefeito André Andrade, o presidente da Liga do Fogo Simbólico da Pátria, Luiz Silva Pereira, que desde 1969 participa da organização da corrida, e outras autoridades.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

Em seguida, acompanhados pelos atletas da Liga do Fogo Simbólico da Pátria e da cidade de Queimadas, os atletas luzenses deram sequência ao percurso com destino a Valente, onde também ocorre o acendimento da pira, na Praça do Forródromo. O percurso é finalizado na cidade de Serrinha, onde a pira é mantida acesa no Coreto situado na Praça Luiz Nogueira, até o dia 7 de setembro.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

De acordo com o Exército, o Fogo Simbólico da Pátria surgiu em 1937, no Rio Grande do Sul, quando um grupo de patriotas procurava um símbolo que bem representasse o calor patriótico do povo brasileiro. Assim surgiu a ideia do Fogo, companheiro do homem desde a pré-história.

Aprovada a ideia, foi decidido que o símbolo receberia a denominação de Fogo Simbólico da Pátria e que deveria percorrer todo o território nacional, em peregrinação cívica. A Liga da Defesa Nacional (LDN), criada por Olavo Bilac, se juntou aos idealizadores e criou a corrida do Fogo Simbólico da Pátria, evento realizado pela primeira vez em 1938, num percurso de 26 Km entre as cidades de Viamão e Porto Alegre.

Notícias de Santaluz