Candidatos considerados inaptos na avaliação de saúde tem até 45 dias para apresentar ou regularizar exames requeridos

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) comunicaram, nesta sexta-feira (27), a suspensão temporária do concurso da PRF para o preenchimento de mil vagas de policial. Segundo a nota divulgada no site do CESPE/UnB, a suspensão é decorrente da decisão proferida na ação civil pública em trâmite na 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, que concede aos candidatos considerados inaptos na avaliação de saúde, prazo para a apresentação ou regularização de exames e laudos exigidos. Terão direito ao benefício, os candidatos que apresentarem os documentos e pelo menos 80% dos exames requeridos dentro do prazo de até 45 dias. Ainda de acordo com a nota do CESPE/UnB, os novos procedimentos decorrentes da decisão serão informados por meio de edital.

109.769 candidatos se inscreveram no concurso. A remuneração inicial é de R$ 6.479,81.

Redação Notícias de Santaluz

* Ver comunicado

Deixo o seu comentário

comentário(s)