SAM_2142

Após permanecer três dias bloqueada, a via de acesso ao Projeto C1 Santaluz foi liberada

Manifestantes do Projeto de Assentamento Nova Esperança, localizado no município de Cansanção, ligado ao Movimento de Unificação Camponesa (MUC) no Território do Sisal, liberaram na manhã desta quinta-feira (17), por volta das 8h, o acesso ao Projeto C1 Santaluz, da Yamana Gold. A via permanecia bloqueada pelos manifestantes desde a manhã da última segunda-feira (14), impedindo o acesso dos trabalhadores ao empreendimento da mineradora canadense.

Segundo um dos líderes do movimento, Ezequiel Santiago, em entrevista à Rádio Comunitária Santaluz FM, a liberação da estrada aconteceu após uma reunião realizada na sede do INCRA, em Salvador, e em seguida duas assembléias com os manifestantes, em Santaluz.

Ainda de acordo com Ezequiel, a Yamana se comprometeu em reajustar o cronograma de detonações no empreendimento, o que diminuiria o impacto ambiental e os prejuízos causados aos assentados. Outro ponto destacado foi a criação de uma comissão, formada por representantes do MUC, do PA Nova Esperança, do INCRA e da Yamana Gold, para fazer o monitoramento da aplicação das demandas que foram acordadas durante a negociação. Esta comissão se reunirá sempre na 1ª segunda-feira de cada mês, na sede do INCRA.

Em tempo, a Yamana deverá apresentar o projeto completo de remoção do assentamento para outra área, em um período de, no máximo, dez meses.

Redação Notícias de Santaluz