img_8611

Movimentação na unidade de saúde após chegada de vítima com Samu (Foto: Rastro 101)

Morreu por volta das 23h30 desta terça-feira (29), no Hospital Geral de Eunápolis, o prefeito de Itagimirim, Rielson Lima, do PMDB. Rielson, que tinha 51 anos, foi atingido por vários tiros, um pouco antes das 19h, em frente a um bar no centro de Itagimirim. O prefeito foi encaminhado em estado grave para o hospital de Eunápolis em uma ambulância avançada do Samu.

De acordo com o secretário de Saúde de Eunápolis, Mário Gontijo, a cirurgia terminou por volta das 23h. Ainda de acordo com a informação, Rielson apresentava diversas perfurações no abdômen e tórax. Houve muito sangramento durante o procedimento cirúrgico e o prefeito não resistiu a uma hemorragia. O autor dos tiros, conforme o prefeito falou para um policial à paisana que lhe prestou os primeiros socorros, estava encapuzado. Rielson estava sentado em frente ao bar, em companhia de um parente e amigos quando foi atingido. A polícia informou que, depois de atingido, Rielson ainda correu por uma praça, que fica a poucos metros do prédio da prefeitura, mas foi perseguido pelo criminoso por quase 15 metros. O bandido fugiu em uma moto. Outros marginais, que estariam em um carro, teriam dado apoio ao assassino. O policial que prestou socorro a Rielson afirmou que o prefeito dizia que achava que não iria resistir.

Toda a polícia da região está mobilizada na busca dos criminosos. Até o momento ninguém foi preso. A motivação do crime ainda é desconhecida. Rielson Lima – que era tido pela comunidade como uma pessoa pacífica – ainda não tinha chegado à metade do seu segundo mandato. O prefeito conseguiu se reeleger na última eleição. Casado com a secretária municipal de Assistência Social, Saadya Vieira, Rielson deixa filhos, um deles pequeno. Com informações do Radar64.